Ir direto para menu de acessibilidade.

ConectaIF - Faltam

Contagem Regressiva
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

ConectaIF 2017 encerra com balanço surpreendente

  • Publicado: Sábado, 23 de Setembro de 2017, 15h33
  • Última atualização em Quarta, 08 de Novembro de 2017, 11h46
  • Acessos: 541

O ConectaIF encerrou com excelente balanço dos organizadores e participantes.

"A palavra que a gente pode resumir o ConectaIF 2017 é 'sucesso'. Foi um sucesso de público, de nível de apresentações e toda a representação que o ConectaIF contemplou como ensino, pesquisa, extensão, cultura, inovação, arte, além da aproximação com as empresas, para que nossos alunos tenham, cada vez mais, a possibilidade de ver a realidade do mundo do trabalho", analisa Adriana Santos, coordenadora-geral do ConectaIF 2017.

Na opinião do reitor, em comparação com a primeira edição foi uma construção positiva. “Nossa segunda edição do ConectaIF avançou em relação a nossa primeira, como um amadurecimento. Na primeira fomos mais acadêmicos, desta vez mais propositivos com nossas finalidades, dialogando e realizando com o mundo do trabalho. Foram muitos os desafios, mas a união dos servidores, alunos e nossos parceiros, resultou num crescimento além do esperado. Muito mais do que os números (que foram grandes também), nosso avanço com a inclusão e com o alinhamento com empresas e instituições diversas, com a riqueza dos diálogos promovidos foi surpreendentemente positivo”, disse.

 

Avaliações

“O local foi um ponto de referência na cidade com toda infra necessária, acesso no centro da cidade. Foi um momento ímpar para os alunos que apresentaram seus projetos, sendo reconhecidos enquanto atores produtivos e seus pares para conversarem. O Qualific também foi uma grande experiência para quem fez e para quem coordenou oficinas, encontrando um público diverso e colocando seus conhecimentos a prova. Para nós que lançamos livros valeu a oportunidade de apresentar relatos bem-sucedidos. E a confraternização nas formaturas também teve seu lugar especial em um evento desse”, pontuou o professor Frederico do Campus Samambaia.

“Evento sensacional que ofereceu oportunidade de interação entre os campi, além de oportunidades de pesquisas e inovações. Na minha área, que é a Cozinha, o IFOlímpico, mais especificamente o IFChef, tivemos a oportunidade de desenvolver o senso crítico. A competição dos alunos aproximou-os do mercado de trabalho com a chance que tiveram de estar com contato com chefs dos restaurantes de Brasília”, avaliou a professos Ana Teresa, do Campus Riacho Fundo.

“Tivemos 27 rodas de conversas em quatro dias sobre os mais variados assuntos, com a média de 15 pessoas cada um. No tema sobre intercâmbios para estudantes contamos com a participação de reitores e assessorias internacionais dos Institutos Federais do Triângulo Mineiro e do Fluminense, a Universidade Estadual de Goiás conduziu o tema da Rede de Universidades Brasileiras sobre os objetivos sobre o desenvolvimento sustentável para o período 2016-2030 da ONU. Tivemos várias ações da economia solidária, manifestação de arte popular, arte da periferia, saúde, tema de descriminalização das drogas, a tecnologia e qualidade de vida, as mídias alternativas e muito mais. O público foram alunos, profissionais já formados e uma colaboração de amplos setores para construir conhecimento para a formação de nós todos, neste ConectaIF”, narrou o professor do Gama, Sérgio Mariani.

“A participação na feira da economia solidária foi muito proveitosa para os alunos do curso de extensão Horta Orgânica de Inclusão Social de São Sebastião. Eles experimentaram uma nova forma de comercialização e de inserção no mundo do trabalho, viram uma alternativa ao comercio que se adequa a uma realidade mais adequada ao que eles estão inseridos. Ter no ConectaIF um espaço de projeção dos produtos produzidos e colhidos pelos estudantes foi marcante para eles, eles conseguiram exercitar habilidades comunicativas, procedimentais em termo de técnicas de vendas, de postura corporal e profissional, contato com o público e tecer um aumento da sua rede de interlocução, A partir da feira, eles tiveram a chance de parceria com os organizadores da Economia Solidária do Distrito Federal. O projeto Horta Orgânica foi convidado a ter um espaço mensal lá. O Conecta foi maravilhoso”, elogiou o pedagogo do Campus São Sebastião, Reinaldo Gregório.

“Na minha opinião, tanto os professores quanto os docentes do Curso Técnico em Eletrônica e do Curso Técnico em Equipamentos Biomédicos pudemos vivenciar novas e ótimas experiências no ConectaIF. Os estudantes puderam vivenciar o Desafio de Projetos em que eles pensaram e tentaram solucionar um problema trazido pela empresa CPMH. Outros estudantes puderam apresentar os trabalhos que eles desenvolveram no FABIN.  E tiveram também aqueles que ministraram os mini-cursos do Qualific Express conosco.  Eles também puderam conhecer outros estudantes, outros professores. Enfim, foi muito bom!”, reforçou o professor Paulo Henrique Wanderlei, do Campus Ceilândia.

Acesse aqui números finais do ConectaIF.

registrado em:
Fim do conteúdo da página