Notícias

Entrega do Mérito Inclusivo 2019 encerra a 7ª edição do IncluIF

publicado: 30/08/2019 18h46, última modificação: 02/09/2019 11h23
merito_destaque.jpg

O Fórum de Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva terminou com a entrega da 7ª edição do Mérito Inclusivo para profissionais, instituições parceiras e estudantes que superaram barreiras e contribuíram para o IFB cumprir o seu papel educativo e social.

A solenidade foi coordenada pela professora Girlane Maria, docente do Campus Taguatinga, e uma das responsáveis pela criação e expansão do Fórum.

“Como dissera Drummond, ´As flores não nascem das leis´. Sabemos que, em nosso país, temos uma vasta legislação que garante a inclusão; contudo, a inclusão só acontece de fato quando pessoas removem as barreiras, sejam estas arquitetônicas, metodológicas, de comunicação ou de atitudes. A  inclusão acontece quando pessoas acreditam em pessoas; quando pessoas, individualmente, ou por meio de suas instituições, promovem ações, projetos, programas em prol das pessoas com deficiência e das pessoas com necessidades específicas”, disse.

Confira a lista dos que receberam a Outorga:

Angela Beatriz Souza Bertazzo — Atua no Campus Samambaia desenvolvendo atendimentos e projetos que promovam inclusão, seja ressaltando as questões sociais de cada um dos estudantes, seja entendendo a diversidade identitária, seja coordenando e colaborando em projetos integradores, de extensão e de pesquisa que proporcionem o envolvimento dos alunos com a aprendizagem, com as possibilidades do curso de formação (edificações) e com a percepção dos indivíduos sobre a sociedade e o mundo do trabalho.  Atuou desde 2012 na organização do primeiro Seminário de Acessibilidade Física do IFB em parceria com o CETEFE.

Associação Movimento para a Inclusão/MOVIN — O MOVIN tem como objetivo lutar pela inclusão social e educacional das pessoas diagnosticadas com transtornos mentais. Sensibilizam a sociedade levando informação com boletins informativos, palestras, oficinas de famílias, dentre outros.

Letícia Bianca Barros de Moraes Lima — Professora à frente do NAPNE CBRA, realizou a Orientação da Exposição de Artes Inclusive Você. Foi uma grande motivadora para as oficinas de inclusão de pessoas com deficiência visual: Ver com os ouvidos, artigo Adequação da acessibilidade de restaurantes aprovado no 13º Fórum Internacional de Turismo do Iguassu (PR) e orientação da curta para o 5º Festival de Filmes de Curta-Metragem do IFB  Drinks às Cegas.

Fátima Bandeira Hartwig — Vem apresentando resultados muito positivos na inclusão de pessoas refugiadas na área de educação no IFB.

Ângela Ferreira — Professora da Secretaria de Educação do DF, criou o Fashion Inclusivo, que é referência na área de inclusão no DF. Mensalmente, há encontros no DF-DOWN com ensaios para deficientes, cadeirantes e pessoas com limitações, as quais se apresentam em eventos e demonstram que os comprometimentos físicos não extinguem a expressão corporal.

Rômulo Ramos Nobre Júnior — Servidor do IFB, atualmente diretor-geral do Campus Gama, vem desenvolvendo ações e atividades que envolvem discussão sobre a questão da inclusão. Escreveu um livro decorrente do resultado de sua dissertação Processos  de  inclusão:  uma  análise  do  percurso  formativo  de alunos surdos do IFB Campus Gama.

Anna Vanessa Lima de Oliveira — Pela dedicação ao estudantes do Campus Ceilândia, através da coordenação do Napne.

Tatiana Vieira Lima — TAE/Pedagoga é uma das fundadoras do Napne do Campus Taguatinga e responsável pelo acompanhamento dos alunos na luta para que estes tenham êxito, apesar das barreiras.

Valéria Correia da Silva Souza — Trabalhou em escolas de Planaltina de Goiás e, atualmente, na escola de ensino fundamental do Núcleo Rural Rio Preto, em sala de recursos, sempre com alunos especiais com projetos inclusivos.

Juliana Harumi Chinatti Yamanaka —  Coordenando o Napne do Campus Recanto das Emas, contribui no desenvolvimento de projetos e faz as adequações curriculares a que os estudantes matriculados têm direito. Tem proposto projetos vinculados ao CNPQ com a temática da inclusão.

Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação — Trabalha de forma integral contribuindo para a autonomia, independência e inclusão social da pessoa com deficiência.  Faz excelente trabalho, contribuindo para a acessibilidade e inclusão social.

Valdilene Chaves Furtado de Oliveira — Professora de Libras do Campus Planaltina, atua no curso de Licenciatura em Biologia e é criadora do curso FIC de Informática para pessoas surdas. Dessa forma, movimenta a instituição criando pontes.

Cristiane Salgado e Rodrigo Alfani — Pró-reitora e diretor da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura,  respectivamente, deram continuidade e expandiram as ações inclusivas nos campi.

Alessandra do Carmo Fonseca — Lidera com muito empenho o diálogo entre a gestão da Reitoria, a dos campi do IFB e os parceiros.

Wilson Conciani (homenageado pelo Mérito e pelo Moab) — Em sua gestão, no cargo de reitor do IFB, abraçou a causa e firmou muitas parcerias, colocando como plataforma a educação profissional com justiça social.

registrado em: