Notícias

Feira de Iniciativas Econômicas Solidárias acontece durante o ConectaIF

publicado: 27/08/2019 20h15, última modificação: 27/08/2019 20h15
feira_solidaria

- Foto: Picasa

As atividades do ConectaIF 2019 estão a todo vapor, e a programação segue rica e diversificada. Buscando incentivar oportunidades para os empreendedores, a Feira de Iniciativas Econômicas Solidárias atende o público do evento com uma grande diversidade de expositores de diferentes tipos de produtos. O público visitante vai encontrar artesanatos, produtos naturais, itens de decoração, vestuário e acessórios variados.

Para Nicole Marinho, representante da “Que tal Presentes”, a Feira de Iniciativas Econômicas Solidárias é uma grande oportunidade. “Estou achando incrível! É uma experiência maravilhosa expor meu trabalho em um evento tão grande quanto o ConectaIF, até porque não tenho loja física, e muitos clientes estão conhecendo e solicitando o meu contato”, disse, ressaltando ainda que o público tem mostrado grande interesse por sua marca.

O ConectaIF incentiva o empreendedorismo disponibilizando espaços para que os empresários possam ampliar o alcance de seu negócio, divulgando seus produtos e principalmente aproximando os produtores artesanais da região com seu público-alvo.

“Achei muito interessante essa proposta. É importante reconhecermos e valorizarmos os produtos artesanais. Vejo a feira como um grande estímulo para o empreendedorismo; são muitas bancas e produtos diferenciados”, destaca a visitante Clarissa Souza.

A Feira de Iniciativas Econômicas Solidárias segue até sexta-feira (30) no subsolo próximo ao Ginásio do Instituto Federal de Brasília – IFB/Campus Brasília.

 

A Feira

A Feira de Iniciativas de Economia Solidária é um evento que acontece no ConectaIF desde o ano de 2016 e tem como proposta estimular nos alunos do Instituto Federal de Brasília o empreendedorismo e estabelecer vínculos entre o mundo do trabalho e a instituição.

Para o coordenador Rodrigo Alfani, é uma oportunidade enriquecedora. “Neste ano temos em média 50 expositores. Estabelecer essa relação com os empreendedores do Distrito Federal é uma forma de fomentar as relações entre os alunos e o mercado de trabalho”.

Texto: Clara Borges, sob supervisão – Estudante de Tecnologia em Eventos.